Audiodescrição Fotografia Museu da Imigração do Estado de São Paulo
Locução Texto Sobre o Museu da Imigração do Estado de São Paulo

Fotografia em preto e branco do Museu da Imigração do estado de São Paulo. A parte frontal do museu, vista numa perspectiva diagonal, possui uma entrada ema arco. Nas laterais direita e esquerda há duas janelas com o mesmo formato. À direita da entrada vê-se uma placa retangular, em pé e fixada na coluna da construção. Nela se lê “Museu da imigração do estado de São Paulo”. As paredes do museu são claras, possuindo algumas regiões, da parte inferior, manchadas de preto. À frente há uma calçada estreita. No canto superior esquerdo da foto vê-se parte da copa volumosa de uma árvore e, mais à direita está o céu claro.

 

Abaixo, em uma plaqueta se lê: Alex Gimenes e Renan Nakano.

Museu da Imigração do Estado de São Paulo, 2019 R. Visconde de Parnaíba, 1316 – Mooca.

Negativo de Vidro / Colódio Úmido.

O Museu da Imigração do Estado de São Paulo herda do Memorial do Imigrante toda a história de preservação da memória das pessoas que chegaram ao Brasil por meio da Hospedaria de Imigrantes, e o relacionamento construído, ao longo dos anos, com as diversas comunidades representativas da cidade e do Estado.

 

É no entrelaçamento dessas memórias que se encontra a oportunidade única de compreender e refletir o processo migratório.

 

A história da migração humana não deve ser encarada como uma questão relacionada exclusivamente ao passado; há a necessidade de tratar sobre deslocamentos mais recentes. O Museu da Imigração fomenta o diálogo sobre as migrações como um fenômeno contemporâneo, que não se encerra com o fechamento das atividades da Hospedaria, reconhecendo a recepção dos milhões de migrantes atuais e a repercussão deste deslocamento para a cidade.

 

Texto Institucional. Disponível em: museudaimigracao.org.br